"Sou como a haste fina que qualquer brisa verga, mas nenhuma espada corta."

Antes de julgar a minha vida ou o meu caráter, calce os meus sapatos e percorra o caminho que eu percorri, viva as minhas tristezas, as minhas dúvidas e as minhas alegrias. Percorra os anos que eu percorri, tropece onde eu tropecei e levante-se assim como eu fiz. E então, só aí poderás julgar. Cada um tem a sua própria história. Não compare a sua vida com a dos outros. Você não sabe como foi o caminho que eles tiveram que trilhar na vida.”

"Não julgue os outros só porque os pecados deles são diferentes dos seus."


Oração Diária _( Clique)

quinta-feira, 11 de agosto de 2016



"Meu silêncio ainda é um amor contido, um amor não dito, uma felicidade incompleta. Silencio, pois já não vejo como dizer. Mas se um dia, por pura curiosidade ou necessidade de alimentar seu ego insano quiser saber, me pergunte e te responderei. Comece sempre por aquelas perguntas que um dia não soube te dar respostas: o gosto do teu beijo, o que sinto por ti, o que quero pra nós. Depois enfrente seus medos e me pergunte sobre o que teme ao ouvir: futuro, passado, amor ou não! Pergunte-me mais uma vez e verá que fiz a lição de casa quando te deixei partir. Não deixei ir por medo, mas por angústia tua. Tu precisavas, eu não. Queria ir e foi. Se quiser voltar, volte! No entanto, se preferes, permaneça onde está. Mais vale uma porta entreaberta que uma janela escancarada sem ninguém pra entrar. Admito que ainda sou tua. De uma estranha forma, ainda te sinto em mim e acredito que estou em ti também. Talvez isso seja só pelo modo como as coisas caminharam, um término inexistente mas praticado. Um caminho que por uma via ou outra te ligam aos meus pensamentos ( ou seria me ligam aos teus pensamentos?). E se quiseres ir mais fundo, pergunta-me o que sinto por ti depois de tudo e o motivo de tanto insistir: sem pestanejar, te responderei: é que depois de tudo, ainda te amo!"

Karine Borges