"Sou como a haste fina que qualquer brisa verga, mas nenhuma espada corta."

Antes de julgar a minha vida ou o meu caráter, calce os meus sapatos e percorra o caminho que eu percorri, viva as minhas tristezas, as minhas dúvidas e as minhas alegrias. Percorra os anos que eu percorri, tropece onde eu tropecei e levante-se assim como eu fiz. E então, só aí poderás julgar. Cada um tem a sua própria história. Não compare a sua vida com a dos outros. Você não sabe como foi o caminho que eles tiveram que trilhar na vida.”

"Não julgue os outros só porque os pecados deles são diferentes dos seus."


Oração Diária _( Clique)

segunda-feira, 26 de setembro de 2016



"Universo, coroa-me  com a calma do caos. Que me sobre sabedoria para escolher os meus passos com a experiencia do passado e a fé no futuro, e que assim eu caminhe sob a proteção do rei Tempo. Que eu conduza o quanto antes este elefante para fora do meu planeta, não há espaço para algo assim aqui. Astucia para acalmar meus vulcões inflados. Mas se por ventura eu me queimar, que ainda me reste alguma sabedoria para admirar suas luzes e aprender com minhas cicatrizes. Para o baobá que minha pouca vigilância deixou crescer, um machado! O que precisa ser feito, precisa ser feito - ainda que seja difícil agora. Paciência com a a vaidade das mil rosas mundo afora. Caixa para o carneiro que fugiu. Responsabilidade  afetiva para com os que cativei. Apenas risos para as propostas da serpente. E gratidão pela disposição que tenho para essa batalha. Assim sendo, assim seja."



sábado, 24 de setembro de 2016


"Quase todo mundo nasce gênio e é enterrado imbecil."

Bukowski


quinta-feira, 22 de setembro de 2016

Seu amor por mim foi maior do que o amor da maioria das pessoas que disseram que me amavam. Obrigada Pituxa.


Mais de 9 anos atrás eu e o João te conhecemos, abandonada grávida numa praça e encontrada por uma senhora voluntária da Aprablu fomos ao teu encontro e nos apaixonamos ao te ver. 9 anos de amor incondicional, amor que só recebemos desses anjos de quatro patas, hoje você partiu mas em nossos corações nunca terás partido. Toda vez que eu voltar de uma viagem e abrir a porta vou lembrar da tua festa. Toda vez que trovejar vou lembrar de você enfrentando até os deuses nos céus minha bravinha. Não tenho palavras que cheguem pra te agradecer cada momento de felicidade que trouxeste pra essa casa. Descansa minha nega, minha preta, minha Pituxa linda.


domingo, 18 de setembro de 2016


Sofrer??? Só se for por contar os dias que faltam para as férias!


A praia da Coroa Vermelha tem esse nome porque nela há um marco que simboliza a primeira missa celebrada no Brasil. 
Reserva confirmada, Bahia logo chego ai!

quarta-feira, 14 de setembro de 2016


Alguém consegue ter mais amor do que eu? Essas criaturinhas não saem do meu lado quando estou em casa, se vou pro quarto lá vão eles, se estou na sala eles estão espalhados do meu lado, até no banho tenho a companhia desses três!  Sofia, Lennon e Dylan, meus amorecos!



Depois de uma noite mal dormida, sentimentos embaralhados, medo de recomeçar a esquecer, levantar sem a menor vontade, ir para o trabalho e simplesmente não pensar em mais nada pra não lembrar, consigo sair mais cedo em plena quarta-feira e  chegar em casa, tomar um banho e ser finalmente presenteada com esse anoitecer. Tem prova maior que Deus está do meu lado e quem sabe até me carregando nos braços?


"Eu acredito em grandes amores mas falo como se não acreditasse.
Eu não tenho expectativas fúteis para o romance. Eu não estou à espera de sentir aquela sensação estranha de estar a flutuar. Eu sou um daqueles indivíduos raros, talvez um pouco cansados, que realmente gosta deste ambiente atual de conexão entre as pessoas e é feliz por viver numa época em que a monogamia não é necessariamente a norma.
Mas eu acredito em grandes amores, porque já tive um.
Eu tive esse amor que tudo consome. O amor do tipo “eu não posso acreditar que isto existe no mundo físico.”
O tipo de amor que irrompe como um incêndio incontrolável e então se torna brasa que queima em silêncio, confortavelmente, durante anos. O tipo de amor que escreve romances e sinfonias. O tipo de amor que ensina mais do que tu pensaste que poderias aprender, e dá de volta infinitamente mais do que recebe.
É amor do tipo “amor da tua vida”.
E eu acredito que funciona assim:
Se tu tiveres sorte, conhecerás o amor da tua vida. Tu estarás com ele, aprenderás com ele, darás tudo de ti a ele e permitirás que a sua influência te mude em medidas insondáveis. É uma experiência como nenhuma outra.
Mas aqui está o que os contos de fadas não te vão dizer – às vezes encontramos os amores das nossas vidas, mas não conseguimos mantê-los.
Nós não chegamos a casar-nos com eles, nem passamos anos ao lado deles, nem seguraremos as suas mãos nos seus leitos de morte depois de uma vida bem vivida juntos.
Nós nem sempre conseguimos ficar com os amores da nossa vida, porque no mundo real, o amor não conquista tudo. Ele não resolve as diferenças irreparáveis, não triunfa sobre a doença, ele não preenche fendas religiosas e nem nos salva de nós mesmos quando estamos perdidos.
Nós nem sempre chegamos a ficar com os amores das nossas vidas, porque às vezes o amor não é tudo o que existe. Às vezes tu queres uma casa num pequeno país com três filhos e ele quer uma carreira movimentada na cidade. Às vezes tu tens um mundo inteiro para explorar e ele tem medo de se aventurar fora do seu quintal. Às vezes tu tens sonhos maiores do que os do outro.
Às vezes, a maior atitude de amor que tu podes ter é simplesmente deixar o outro ir.
Outras vezes, tu não tens escolha.
Mas aqui está outra coisa que não te vão contar sobre encontrar o amor da tua vida: não viveres toda a tua vida ao lado dele não desqualifica o seu significado.
Algumas pessoas podem amar-te mais em um ano do que outras poderiam te amar em cinquenta anos. Algumas pessoas podem ensinar-te mais em um único dia do que outras durante toda a sua vida.
Algumas pessoas entram nas nossas vidas apenas por um determinado período de tempo, mas causam um impacto que mais ninguém pode igualar ou substituir.
E quem somos nós para chamar essas pessoas de algo que não seja “amores das nossas vidas”?
Quem somos nós para minimizar a sua importância, para reescrever as suas memórias, para alterar as formas em que nos mudaram para melhor, simplesmente porque os nossos caminhos divergiram? Quem somos nós para decidir que precisamos desesperadamente substituí-los – encontrar um amor maior, melhor, mais forte, mais apaixonado que pode durar por toda a vida?
Talvez nós devêssemos simplesmente ser gratos por termos encontrado essas pessoas.
Por termos chegado a amá-las. Por termos aprendido com elas. Pelas nossas vidas se terem expandido e florescido como resultado de tê-las conhecido.
Encontrar e deixar o amor da tua vida não tem que ser a tragédia da tua vida.
Deixá-lo pode ser a tua maior bênção.
Afinal, algumas pessoas nunca chegam sequer a encontrá-lo."

terça-feira, 13 de setembro de 2016

"Por onde é que andarás além das lembranças que vivem em mim?"







Uma hora a gente cansa de esperar. Esperar pelo 'bom dia' que não vem, pelo 'boa noite, 'como vai'  ou simplesmente por aquele 'oi' que faria nosso dia ser melhor, que colocaria um sorriso nos nossos lábios durante horas. Alimentamos ausências e esperamos pela lembrança em vão. Melhor cortarmos o mal pela raiz,  ter a certeza que quando acordarmos e verificarmos o celular será apenas para conferir as horas e não mais com aquela ansiedade da lembrança tão esperada. Só assim conseguiremos manter a sanidade. Já diz o velho e sábio ditado; " O que os olhos não vêem o coração não sente." 
Chega uma hora que temos que parar de alimentarmos as ausências e as lembranças pra que elas morram e a gente sobreviva.

segunda-feira, 12 de setembro de 2016




"Tão longe ficou o tempo...’, pensarás – e sentirás uma vontade absurda de voltar, de encontrar, de ligar para alguém que talvez já não atenderia mais; falar da imensa falta que faz tudo o que não vivestes, contar das tantas inexplicáveis carências incuráveis, e sentirás atravessada na garganta – ou no peito ou na mente–, tudo aquilo que chamamos de ausência, e então fugirás, porque é isso que fazes, e encontrarás outros cheiros, outros gestos, outros sorrisos numa outra pessoa qualquer, mas no espelho cru, os teus olhos já não acham nem graça, nem brilho. E repetirás outras e muitas vezes; mastigando, engolindo, ruminando em uma frase escrita sobre algum tempo: vai passar, eu sei que vai passar. E lentamente silenciarás, e lentamente aceitarás."

Caio Fernando Abreu

"Nada passará no vão dessas horas. E o amor continuará a ser esse eu-depois-de-você. Minguado. Cindido. A insônia de um quase fim atravessando os dias. Meu íntimo perdendo os sossegos para a palavra que não explicou presenças. Nada passará no vício dessas horas. E o amor continuará a ser essa pequena gota caída no meu poema. Uma alegria que não funciona. Alguma coisa sua desinstalando entregas, trazendo o frio pra cama. Retalhando o rosto. Encolhendo os ombros. Me deixando suspensa no mundo. Suspirada. "


Priscila Rôde

domingo, 11 de setembro de 2016


" Tu eras também uma pequena folha que tremia no meu peito. O vento da vida pôs - te - ali. A principio não te vi: não soube que ias comigo, até que tuas raízes atravessaram meu peito, se uniram aos fios do meu sangue, falaram pela minha boca, floresceram comigo".


 Pablo Neruda





"Na vida, a gente só sabe que ama alguém, a gente só tem o direito de dizer a alguém que a amamos depois de ter dito infinitas vezes a esse mesmo alguém a frase: eu perdoo você.
Porque na verdade a gente só sabe que ama, depois de ter tido a necessidade de perdoar. Antes do perdão a gente pode ter admiração por alguém, mas admirar alguém ainda não é amar, porque admiração não nos leva a dar a vida pelo outro.
Admiração é um sentimento, uma situação superficial, eu admiro aquela pessoa, mas eu sei que amo depois de ter olhado nos olhos, saber que errou, que não fez nada certo e ainda sim eu continuar dizendo que “eu não sei viver sem você”, “apesar de ter errado tanto continuas sendo tão especial para mim”.
A gente sabe que ama as pessoas assim, depois de ter feito o exercício de olhar nos olhos no momento que ela não merece ser olhada e descobrir ainda ali uma chance, ainda não acabou.
Coisa boa na vida é a gente encontrar gente que nos trate assim com esse nível de verdade, gente que nos conhece de verdade, que já foi capaz de conhecer todas as nossas qualidades, mas também todos os nossos defeitos, porque eu não sou só qualidades, eu tenho um monte de defeitos, e só me sinto amado no dia que o outro sabe dos meus defeitos e mesmo assim continua acreditando em mim, muitas vezes nosso amor não é assim, a gente ama o outro pelo que ele faz de certo ou de bom pra nós, e as vezes até elegemos o outro assim “ele é bom demais pra mim”.
E o dia que deixa de ser? Deixou de ser amigo? No dia que falhou, que errou, que esqueceu, no dia que não conseguiu acertar, continua tendo valor pra você? Ou você só ama aqueles que conseguem lhe fazer o bem? Jesus disse que não tinha mérito nenhum em amar aqueles que nos amam, que o mérito está em amar o outro mesmo quando ele não merece ser amado, eu sei que é um desafio, mas essa é tua religião.
Eu creio que não há descanso maior para o nosso coração do que encontrar alguém que nos ama assim, e eu gostaria que você levasse pra sua vida somente as pessoas que te amam assim, com essa capacidade de olhar nos teus olhos quando você não consegue fazer nada de certo, e mesmo assim continua sendo teu amigo e continua acreditando em você. Deixe entrar na sua vida, somente as pessoas que querem te fazer melhor, porque gente que nos diminui nós já estamos cheios.
Amigos de verdade são aqueles que nos desafiam, são aqueles que nos momentos que estamos na lama, nos olham nos olham e dizem ‘você não foi feito pra isso’. Amigo de verdade é aquele que olha nos olhos e nos coloca para sermos mais. Amor de verdade é aquele que olha nos teus olhos e te respeita como mulher, que te acha linda, mas que te respeita como mulher porque sabe que tu és um coração que muito mais do que necessitado de ser abraçado e de ser tocado, é um coração que merece ser amado, e o amor vem antes do toque.
Quem foi que disse que beijar na boca é declaração de amor? Pode até ser uma das demonstrações, mas eu tenho certeza que seu coração se sente muito mais amado no momento que você é olhado de um jeito certo, do que beijado de qualquer jeito! Antes de você entrar na vida de uma menina, olhe bem nos olhos dela e tente fazer com que ela descubra que você ama só olhando pra ela, olhe de um jeito que ela se sinta amada, e se você olhar do jeito certo, você não precisa ter ciúme, porque a mulher que for olhada de um jeito certo, nunca mais vai querer encontrar outro olhar. O homem que for olhado de um jeito certo, nunca mais vai querer outro olhar.
Você ainda pode mudar o seu jeito de amar, você ainda pode mudar o seu jeito de viver, você ainda pode mudar o seu jeito de sorrir, você ainda pode perdoar aquele que você não quer perdoar, você ainda pode tratar bem aquele que você desprezou tanto, porque a vida ainda te dar a oportunidade de você se tornar muito melhor do que você é."

Fábio de Melo

sábado, 10 de setembro de 2016



"Oh! Como é bom o entendimento entre duas almas. Há sempre o que dizer sem cansaço!"


Santa Tereza Dávila


terça-feira, 6 de setembro de 2016



"Ama-me,
agora
antes que a palavra chegue.

Toca-me
antes que haja mundo,

Beija-me
antes que comece o beijo.

Despe-me
para que eu esqueça ter corpo.

Devolve-me
o reino onde fui deus.

Ama-me
até não sermos dois.

Ama-me.
e tudo será depois."


Mia Couto

sexta-feira, 2 de setembro de 2016



"Sou as palavras e os segredos que guardei e um estrito reservar-me nunca soube porquê se tão completa me entrego as vezes que me entreguei. Sou a lembrança que se vai diluindo em olhos que julguei perenes e consanguíneos. Sou canções-poemas e tantas malbaratadas luas. E a música e os livros e a varanda que um arquiteto desenhou sem saber que era p'ra mim. E que perdi..."


Soledade Santos 

quinta-feira, 1 de setembro de 2016



"Me pergunto como é que se explica que sentimentos tão fortes como o medo, o amor ou a raiva se desintegrem. Alguém era grande no meu passado, fica pequeno no meu presente. O tempo, de novo, dando a devida proporção aos meus afetos e desafetos."


 Martha Medeiros