"Sou como a haste fina que qualquer brisa verga, mas nenhuma espada corta."


Antes de julgar a minha vida ou o meu caráter, calce os meus sapatos e percorra o caminho que eu percorri, viva as minhas tristezas, as minhas dúvidas e as minhas alegrias. Percorra os anos que eu percorri, tropece onde eu tropecei e levante-se assim como eu fiz. E então, só aí poderás julgar. Cada um tem a sua própria história. Não compare a sua vida com a dos outros. Você não sabe como foi o caminho que eles tiveram que trilhar na vida.”


Eu disse que mudei. Nunca disse que tinha sido para melhor.


"Não julgue os outros só porque os pecados deles são diferentes dos seus."



sexta-feira, 17 de outubro de 2014


"Eu não previ nem me preparei para o que serei depois da tua ausência. Talvez me reste o tempo e me sobrem os vazios."

Guilherme Antunes

In Memoriam

Sete meses de saudades!



"Se partiste, não sei. 
Porque estás, 
tanto quanto sempre estiveste.
Essa tua, 
tão nossa, presença 
enche de sombra a casa 
como se criasse, 
dentro de nós, 
uma outra casa.
No silêncio distraído 
de uma varanda 
que foi o teu único castelo, 
ecoam ainda os teus passos
feitos não para caminhar
mas para acariciar o chão.
Nessa varanda te sentas 
nesse tão delicado modo de morrer 
como se nos estivesse ensinando 
um outro modo de viver.
Se o passo é tão celeste
a viagem não conta
senão pelo poema que nos veste.
Os lugares que buscaste
não têm geografia.
São vozes, são fontes,
rios sem vontade de mar,
tempo que escapa da eternidade.
Moras dentro, 
sem deus nem adeus."


Mia Couto

sábado, 27 de setembro de 2014



"Os presentes mais bonitos não têm forma, não têm cor, não têm preço. "

Viegas F. 


Sexta e sábado perfeitos! ALWAYS


quinta-feira, 25 de setembro de 2014






"E se eu te amasse um dia, pequeno e calmo, minúsculo e leve, no vento que desaprendeu o caminho, que vaga nos becos, que se perde nas curvas, que se espalha no rio, será que teus dedos descobririam meus cabelos, tuas mãos achariam minhas pernas debaixo do vestido, tua voz resistiria ao barulho das árvores? E se eu te amasse um dia, alto e amplo, grande e maior, junto ao céu, numa asa, contra o sol, solto e livre num voo silencioso de pássaro, será que teus olhos se juntariam aos meus num horizonte improvável, teu riso seria alto outra vez menino, teu peito se encheria de felicidade inédita? E se esse dia não chegasse, será que um dia tu perceberias que tens de mim o vento, o caminho, os becos, as curvas, o rio, o céu, a asa, o sol, o voo, o pássaro, o horizonte improvável, o riso, o menino, a felicidade esperando para ser?"

Patrícia Antoniete


sábado, 20 de setembro de 2014



"Hoje meu amigo, ligue pra ela. Ela, que está se sentindo velha. Com medo de não encontrar você, o amor da vida dela. Hoje meu amigo, é a sua vez. De dizer: “Eu gosto de você”. De mostrar a ela, que não precisa ser o cara perfeito, pra ter um amor verdadeiro."

Ique Carvalho

quarta-feira, 17 de setembro de 2014

"Seis meses de saudades.



"Saudade é não saber. Não saber o que fazer com os dias que ficaram mais compridos, não saber como encontrar tarefas que lhe cessem o pensamento, não saber como frear as lágrimas , não saber como vencer a dor de um silêncio que nada preenche."

Martha Medeiros


quarta-feira, 10 de setembro de 2014

Amar Alguém




Na vida, a gente só sabe que ama alguém, a gente só tem o direito de dizer a alguém que a amamos depois de ter dito infinitas vezes a esse mesmo alguém a frase: eu perdoo você. Porque na verdade a gente só sabe que ama, depois de ter tido a necessidade de perdoar. Antes do perdão a gente pode ter admiração por alguém, mas admirar alguém ainda não é amar, porque admiração não nos leva a dar a vida pelo outro. Admiração é um sentimento, uma situação superficial, eu admiro aquela pessoa, mas eu sei que amo depois de ter olhado nos olhos, saber que errou, que não fez nada certo e ainda sim eu continuar dizendo que "eu não sei viver sem você", "apesar de ter errado tanto continuas sendo tão especial para mim". A gente sabe que ama as pessoas assim, depois de ter feito o exercício de olhar nos olhos no momento que ela não merece ser olhada e descobrir ainda ali uma chance, ainda não acabou. Coisa boa na vida é a gente encontrar gente que nos trate assim com esse nível de verdade, gente que nos conhece de verdade, que já foi capaz de conhecer todas as nossas qualidades, mas também todos os nossos defeitos, porque eu não sou só qualidades, eu tenho um monte de defeitos, e só me sinto amado no dia que o outro sabe dos meus defeitos e mesmo assim continua acreditando em mim, muitas vezes nosso amor não é assim, a gente ama o outro pelo que ele faz de certo ou de bom pra nós, e as vezes até elegemos o outro assim "ele é bom demais pra mim". E o dia que deixa de ser? Deixou de ser amigo? No dia que falhou, que errou, que esqueceu, no dia que não conseguiu acertar, continua tendo valor pra você? Ou você só ama aqueles que conseguem lhe fazer o bem? Jesus disse que não tinha mérito nenhum em amar aqueles que nos amam, que o mérito está em amar o outro mesmo quando ele não merece ser amado, eu sei que é um desafio, mas essa é tua religião.

Eu creio que não há descanso maior para o nosso coração do que encontrar alguém que nos ama assim, e eu gostaria que você levasse pra sua vida somente as pessoas que te amam assim, com essa capacidade de olhar nos teus olhos quando você não consegue fazer nada de certo, e mesmo assim continua sendo teu amigo e continua acreditando em você. Deixe entrar na sua vida, somente as pessoas que querem te fazer melhor, porque gente que nos diminui nós já estamos cheios. Amigos de verdade são aqueles que nos desafiam, são aqueles que nos momentos que estamos na lama, nos olham nos olham e dizem 'você não foi feito pra isso'. Amigo de verdade é aquele que olha nos olhos e nos coloca para sermos mais. Namorado de verdade é aquele que olha nos teus olhos e te respeita como mulher, que te acha linda, mas que te respeita como mulher porque sabe que tu és um coração que muito mais do que necessitado de ser abraçado e de ser tocado, é um coração que merece ser amado, e o amor vem antes do toque.[...]"


Padre Fábio de Melo


quinta-feira, 28 de agosto de 2014




[ O teu suor é chuva
sobre o meu deserto]


Wendel Valadares






- Se eu tenho medo?
Claro que tenho.

Mas tenho fé. Muita.
E esperança também.

Um dia a gente vai acordar
e vai ser primavera no mundo inteiro. 

Amém.


quarta-feira, 27 de agosto de 2014



"Estou colocando minha fé para circular. Chorando baixinho antes de dormir, erguendo a cabeça ao acordar. Lendo Caio e Cecília para distrair a mente. Ando quieta, pensativa, com o olhar perdido, apreciando o silêncio muito mais que o berro de fúria.
Ando só. Ouvindo músicas que tem a letra mais bonita do que a melodia. Dando as mãos para Cazuza e Renato Russo. Dialogando sobre o amor e lendo horóscopo. Precisando de doses cavalares de ilusões do bem na veia. Acreditando em cristais, simpatias e números da sorte.
Estou comigo. Meio triste, meio puta da vida, meio vítima do mundo. Mais doce que amarga. Muito mais para Bossa Nova do que para Heavy Metal. Me dei a mão ontem e fui. Me abracei e agradeci. Amanhã farei isso novamente, porque agora sei como me segurar.
Vou entender os dois lados da moeda, as mil peças que a vida prega e vou tirar uma boa lição disso.
Ah, vou mesmo."

Aryane Silva
Para Ti
Foi para ti 
que desfolhei a chuva 
para ti soltei o perfume da terra 
toquei no nada 
e para ti foi tudo

Para ti criei todas as palavras 
e todas me faltaram 
no minuto em que talhei 
o sabor do sempre

Para ti dei voz 
às minhas mãos 
abri os gomos do tempo 
assaltei o mundo 
e pensei que tudo estava em nós 
nesse doce engano 
de tudo sermos donos 
sem nada termos

simplesmente porque era de noite 
e não dormíamos 
eu descia em teu peito 
para me procurar 
e antes que a escuridão 
nos cingisse a cintura 
ficávamos nos olhos 
vivendo de um só 
amando de uma só vida


Mia Couto

sexta-feira, 22 de agosto de 2014



"Chorei porque não podia mais acreditar...e adoro acreditar."


Anaïs Nin




"Eu não peço que os dias me  tragam algo, só imploro que  não me levem mais nada."


Cris Souza


Eu também Robin,eu também queria reencontrar a Vó , a tia Nilza e o tio Narbal...




"Gostaria de que existisse um lugar pacífico onde pudesse me reencontrar com meu pai, com minha mãe, com meus amigos que se foram. Um lugar onde houvesse apenas paz."


 Robin Williams 


quinta-feira, 21 de agosto de 2014







"Um tanto de estrada percorrida, outro tanto a percorrer. Nem tanto ao mar, nem tanto a terra. Lugar onde euforia e serenidade comungam tão bem. Um não rouba mais a cena do outro. Aceito e acolho. Já sei o que procuro, e ouso dizer que o caminho me interessa bem mais do que a chegada. Dou-me, mas só quando quero. E para quem quero.
Conheço coragens e medos, sonhos e desejos, gente boa, e gente que nem gente é. O tempo já não guarda tantos segredos. Sem a rigidez de antes, demoro mais no gesto, na entrega, no outro... Absorvo a existência, o amor, a graça. Livre de quaisquer cobranças.
Livre para viver melhor. Já não me prendo ao tecido da lógica, não me importo se as coisas realmente fazem sentido. Respeito a autoridade da vida, mas flerto descaradamente com ela. E, mesmo quando surpreendida por alguém, com um sonoro : – Senhora ? – não me incomodo. Sou sim. Sou, deliciosamente, senhora de mim !"


Solange Maia


"Se procurar bem, você acaba encontrando não a explicação (duvidosa) da vida, mas a poesia (inexplicável) da vida."

Carlos Drummond de Andrade

quarta-feira, 20 de agosto de 2014


E que o mais importante seja o amor: ele mesmo, em estado bruto até a sofisticação da evolução de ambos. Aquele que está além da dimensão homem-mulher, mas que abrange primeiramente o amor próprio, o amor à vida, o amor ao que nos fortalece, reforça nossa esperança, que nos amadurece e deixa gratos. O amor por mais um dia, por mais uma vitória, pela aceitação que supera o que antes era só uma maneira de admitir, mas que não nos conduzia à plenitude do que realmente a existência reservou para nós. Amor que não depende, agrega. Que não subtrai, soma. Amor que não “embarulha”, mas soa feito melodia doce. Amor que respeita a individualidade antes e apesar de qualquer coisa. Amor que nos faz enxergar o Outro como ele é sem as distorções e anestesias da carência ou quaisquer coisas que alterem nossa percepção de mundo. Sentimento que descobrimos sem medo, à flor da pele, cientes de que temos todas as ferramentas para superar conflitos, frustrações e que podemos evoluir também no que é desconfortável. Amor construído para ser saudável: sem pressa, ansiedade ou impulso. Tranquilamente o nosso coração abraça o Outro com toda a sua bagagem de potencialidades desenvolvidas e limitações. E o parceiro acha morada ali, naquele abrigo de paz. Não o único abrigo de paz, apenas mais um deles. Porque nossa vida é composta por muitas outras pessoas, paisagens, sensações que não podem ser excludentes quando decidimos nos unir. Amor de querer bem. Amor de se cuidar. Amor que sabe a hora também de deixar ir...
Tem que ser simples para ser bom. 
Que assim seja. Que seja SIM.



Marla de Queiroz